Falando um pouco sobre Procrastinação…

Procrastinação é o hábito de deixar as coisas para amanhã, é deixar para depois o que deveria ser feito agora, é abrir mão de fazer algo para evitar o desconforto.

É deixar as coisas para o último minuto! Sabemos que é preciso fazer alguma coisa, mas não conseguimos entrar em ação.

Uma parte das pessoas procrastina porque acha determinada tarefa maçante ou complicada, o nosso cérebro prefere se manter na zona de conforto.

O perfeccionismo também é um grande aliado da procrastinação e inimigo da produtividade. Acreditar que não tem a competência ou desempenho necessário para fazer um trabalho perfeito é uma das justificativas usadas para deixar as atividades para depois.

A procrastinação é bem comum em quem demonstra traços de perfeccionismo, se intimida com o fracasso ou se sente diminuído pelas opiniões dos outros.

A procrastinação pode afetar a vida da pessoa como um todo, atrapalhando seu dia a dia, seu desempenho, suas relações interpessoais, carreira e emoções.

Pode prejudicar a saúde, provocando sentimentos de culpa, ansiedade e situações de pressão desnecessárias. Quanto mais você procrastina, pior se sente, aumentando o nível de estresse e a de angústia.

No âmbito organizacional, a procrastinação acaba comprometendo a qualidade do trabalho, o resultado ou até mesmo a própria entrega, caso a pessoa deixe de realizar suas obrigações. Muitas vezes, esse hábito pode ser visto como falta de responsabilidade ou negligência relacionada às atividades, o que pode atrapalhar o desenvolvimento profissional dentro da empresa.

 

Dicas para evitar o ato de procrastinar…

A procrastinação é um hábito e, como todos eles, é possível ser alterado.

– Respire, pratique técnicas de Mindfulness e meditação para se conectar com o “aqui e agora”, buscando autoconhecimento e autocontrole.

– Ensine o cérebro a entender a tarefa apenas como uma atividade e não fantasie em relação a complexidade da mesma.

– Fracione as tarefas, separe-as em atividades menores. Faça uma coisa de cada vez!

– Pense no seu “eu de amanhã”! Conecte-se com a dor daquilo que você vai sofrer depois, caso procrastine. Isso pode ajudar a iniciar a atividade com mais antecedência.

– Conte regressivamente: 3,2,1 e comece! Execute a tarefa, sem pensar duas vezes. Direcione sua atenção para ação, não permita que a preguiça domine sua mente. Cada vez demonstrará menos resistência e será mais capaz de realizar. O melhor a fazer é entrar em ação, transforme isso em um novo hábito.

– Quanto antes você enfrentar, mais rápido vai tirar a atividade do caminho e terá a sensação de dever cumprido. Após a entrega, comemore o tempo conquistado para fazer as coisas que você gosta, sem culpa.

– Bloqueie estímulos externos, se tem dificuldade para manter o foco, estímulos externos vão fazer com que perca a concentração. A diversão sempre vai parecer mais interessante que a obrigação

– Não seja duro demais com você, aprenda com a experiência. Não se cobre demais, nem se puna por procrastinar, isso só piora a situação e causa mais ansiedade ainda. Quanto maior a cobrança, maior é a ansiedade e, dessa forma, menos disposição você terá para fazer o que é necessário.

 

Psicóloga Clínica<BR>(CRP 06/89151)

Psicóloga Clínica
(CRP 06/89151)

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Contato

Entre em contato e agende uma consulta.
Preencha o formulário abaixo e, assim que possível,
retornaremos sua mensagem.
Se preferir, fale conosco diretamente através dos telefones ou e-mail.

2020 © Todos os direitos reservados.

ATENDIMENTO ONLINE

Priorize a sua saúde mental nesses momentos de dificuldade.

Diante dos últimos acontecimentos, com a pandemia ocasionada pela COVID-19 (Coronavírus), ofereço a opção de atendimento on-line, com toda qualidade e sigilo do atendimento presencial.

Basta entrar em contato, para saber mais sobre este funcionamento!

Psicóloga Carolina Soares