Falando sobre Autossabotagem

A autossabotagem acontece quando criamos barreiras ou empecilhos que nos bloqueiam para realizar determinadas atividades e atingir nossos objetivos, o cérebro trabalha “contra” para confirmar o que era imaginado, ou seja, que seria impossível alcançar tal resultado.

É um mecanismo de autoproteção, nos resguarda e impede de nos colocarmos à prova, procrastinando algumas situações devido ao medo do fracasso. Utiliza-se justificativas, certas desculpas por medo de se demonstrar incapaz.

Também protege as pessoas que acreditam não serem merecedoras de sucesso e que boicotam a si mesmas por esse motivo. Ou seja, baixa autoestima, falta de confiança nas próprias capacidades e crenças de não merecimento são frequentes em pessoas que se sabotam.

As pessoas adquirem o hábito de evitar situações, evitam tomar decisões e isso faz com que sejam apenas espectadores de suas vidas, o que reforça a ideia de não serem suficientemente boas para conquistar algo mais.

Pessoas com perfil perfeccionista podem se autossabotar após pequenas derrotas, por se cobrar em excesso.

Gastar muita energia preocupando-se com coisas que, provavelmente, não irão ocorrer, ter cautela em excesso também contribuem para autossabotagem

A pessoa que faz o possível para manter tudo sob controle, em um nível inviável também tem grande chance de cair neste ciclo

Outras pessoas, tem o perfil prestativo e ajudam os outros, mas a dificuldade de dizer “não” e o excesso de prestatividade, fazem com que coloquem as necessidades dos outros antes das suas, encobrindo também um ciclo de autossabotagem.

Em algumas circunstâncias, esquivar-se de conflitos pode nos manter “seguros”, mas quando a evitação se torna regra, ficamos sujeitos a autossabotagem e ao fracasso. Desistir se torna uma opção fascinante, uma vez que a pessoa permanece em sua zona de conforto e não precisa enfrentar o medo de arriscar e talvez fracassar.

Entretanto, a autossabotagem desgasta a autoconfiança, evita exercermos nosso potencial, suga nossa energia e dificulta vivermos com prosperidade.

Podemos acabar com a concretização dos nossos objetivos por medo dos riscos e das responsabilidades, por causa de uma parte de nós que não nos vê como merecedores do sucesso ou que não consegue lidar com a conquista.

É preciso detectar quando um objetivo não tem importância para nós ou quando estamos com medo de não estar à altura para alcançá-lo. Nos conscientizando disso, começamos a prestar atenção para não nos conduzirmos ao boicote e iniciamos o combate à autossabotagem.

Ter consciência de como nos sabotamos é um passo para transformação de comportamento, é necessário nos conscientizar dos danos que a autossabotagem nos causa e buscar mudanças.

Devemos melhorar a autoestima, detectar pontos fortes para expandi-los, identificar pontos a melhorar para desenvolvê-los. Acreditar que somos merecedores e capazes e nos dar a oportunidade para agir.

 

Dicas para lidar com a Autossabotagem:

  • Entenda o que te inspira, descubra o que o sucesso significa para você.
  • Analise suas competências, talentos e características individuais.
  • Trace estratégias, pense sobre os obstáculos que podem aparecer, ficará mais fácil superar os desafios.
  • Decisões são importantes: o que você vive hoje é resultado das decisões que você tomou, não deixe sua vida ao acaso.
  • Observe a sensação de insegurança e o medo do fracasso, não deixe que se tornem paralisantes, erros são parte do aprendizado e evolução.
  • Entenda que perfeição não existe, cobre-se menos e prefira dar o seu melhor nas situações.
  • Viva para você, tentar agradar às expectativas do outro na busca por aceitação e pertencimento podem levar a autossabotagem e a desistir dos próprios objetivos.
  • Use os obstáculos como combustível e não como uma justificativa para desistir, passe a enfrentá-los!
Psicóloga Clínica<BR>(CRP 06/89151)

Psicóloga Clínica
(CRP 06/89151)

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email

Contato

Entre em contato e agende uma consulta.
Preencha o formulário abaixo e, assim que possível,
retornaremos sua mensagem.
Se preferir, fale conosco diretamente através dos telefones ou e-mail.

2020 © Todos os direitos reservados.

ATENDIMENTO ONLINE

Priorize a sua saúde mental nesses momentos de dificuldade.

Diante dos últimos acontecimentos, com a pandemia ocasionada pela COVID-19 (Coronavírus), ofereço a opção de atendimento on-line, com toda qualidade e sigilo do atendimento presencial.

Basta entrar em contato, para saber mais sobre este funcionamento!

Psicóloga Carolina Soares